terça-feira, 16 de outubro de 2007

O recomeço

Eu olhava pra loja e... NADA!
Fiquei empacada que nem mula. As idéias começaram a se misturar e eu não conseguia decidir por nada. Nem o piso (que é o que mais gosto de fazer) saiu.
Paradeira federal!
Sábado, dia 13, rolou a maior insônia.
Minhas insônias sempre foram produtivas e essa não foi diferente.
Olhei pra loja, ela olhou pra mim e rolou um clima.
Sentei na mesa e resolvi encarar. Fui até às 4 da manhã, desfazendo tudo.
Pintei novamente as molduras da porta e da vitrine e tirei a pasta para modelagem que havia colocado para fazer as pedras do passeio. E encarei cortar o telhado, seguindo as dicas de Virgínia. Mas disso eu desisti. Em compensação, graças a isso meu pai vai me dar uma serra Tico-Tico de presente de aniversário! Êba!
Dei uma mão de tinta branca nas paredes, pra ficar com cara de "estou em obras" e me animar um pouco.
Parece que funcionou!!!
Na foto a cor não ficou boa - e aprendi que fotos de madrugada ficam esquisitas - mas é um verde meio musgo, querendo ser bandeira. Como estava azul embaixo, dei umas lixadinhas e ficou com uma cara envelhecida bem legal.

2 comentários:

MSVC disse...

Parabens! É um trabalho lindo. A pouco tempo assisti uma reportagem sobre essa arte apaixonante, requer habilidade e paciencia, coisa que dentista tem que ter de sobra! kkkkk
Alias essa habilidade manual,tendencia para artes é de família né? Bjão e muito sucesso!

Daisy Carpi disse...

Legal Nina,quero ver se pego a minha loja tambem ,to parada.A sua esta ficando linda,bjs